segunda-feira, 26 de abril de 2010

Resultados da Ambev 2009



Retransmitimos a Mensagem dos acionistas

O ano de 2009 foi um bom ano para AmBev, apesar das incertezas de mercado existentes no começo do ano na maioria das regiões que atuamos. O Brasil teve um resultado melhor do que o esperado devido a um ambiente macroeconômico positivos e a ganhos de market share nos mercados de cervejas e refrigerantes e bebidas não carbonatadas e não alcóolicas. A Quinsa obteve bons resultados apesar do fraco desempenho da indústria, enquanto o Canadá, que enfrentou um cenário desafiador em virtude de um fraco desempenho do mercado, conseguiu entregar resultados estáveis. O EBTIDA consolidado cresceu 12,3% em 2009, se comparado a 2008, atingindo R$ 10.361,1 milhões, com crescimento de 5,1% no volume consolidado.

O crescimento de 5,7% da receita por hectolitro, combinado com o aumento dos custos por hectolitro de apenas 0,7% e com o aumento de 15,8% nas despesas gerais e administrativas, principalmente devido a um aumento nos investimentos no mercado e na despesa com remuneração variável, resultou numa melhora da margem EBTIDA em 50 pontos base no ano.

No Brasil, o clima melhor, um carnaval tardio e nosso foco em inovações auxiliou nosso negócio de cerveja, resultando um crescimento de 9,9% em volume e de 10,9% no EBTIDA em 2009, o um declínio na margem de 70 pontos base. Ao mesmo tempo, nosso negócio de RefrigeNanc teve um crescimento de volume de 8,1% devido a bons resultados da nossa gestão de preços e ao crescimento da indústria. O EBTIDA de RefrigeNanc cresceu 18,6% no período, com uma expansão de margem de 280 pontos base.

João Castro Neves, Diretor Geral da Ambev, comenta: "Nós estamos muitos satisfeitos com o nosso resultado em 2009. Nosso EBITDA normalizado cresceu dois dígitos com crescimento de volume de 5,1% em comparação a 2008. Num ano em que tivemos significativo aumento de impostos no Brasil e no qual a maioria dos países enfrentou queda de volume em comparação com o ano anterior, tenho certeza que a qualidade da nossa gente e nossas marcas fizeram a diferença e vamos trabalhar duro para manter nosso caminho de crescimento com rentabilidade". (...)

(...) O Fluxo de Caixa Operacional atingiu R$ 8,7 bilhões crescendo 23,7% no ano, não apenas devido ao nosso desempenho de EBTIDA, mas também à melhora no gerenciamento do capital empregado. "Nosso forte desempenho de 2009 resultou num endividamento líquido menor e numa posição financeira ainda mais sólida, o que justifica a revisão do risco de credito de longo prazo pela Standard & Poors Rating Services para BBB+" comenta Nelson Jamel, Diretor Financeiro da AmBev.

Continuamos comprometidos em encontrar a melhor maneira de criar valor para os nossos acionistas. Em 2009, distribuímos R$ 3.560,5 milhões em dividendos e juros sobre o capital próprio. João Castro Neves, Diretor Geral da AmBev, comenta: "Nossos resultados em 2009 demonstraram que nós estamos na direção correta. Nós conquistamos esse resultado de acordo com nosso foco na manutenção de uma eficiência de nível mundial, incorporada em todo nosso ciclo de produção, compras e vendas, o que nos ajuda a transformar gastos evitados em investimentos. Com as economias obtidas somos capazes de investir mais para nos conectarmos com nossos consumidores e ganhamos a preferência no mercado de uma maneira consistente e rentável. Todas essas conquistas são resultado do comprometimento e da qualidade de nosso maior ativo -- nossa gente--, que tem uma vontade permanente de se superar com uma execução extraordinária, mesmo em condições desafiadoras nos diversos mercados que atuamos".

Destaques Financeiros 2009:

Volumes Totais 154.722,3 (+5,1%)
Volume Cerveja 110.686,5 (+5,9%)
Volume RefriNanc 44.035,8 (+3,0%)
Receita Líquida 23.194,0 (+11,1%)
Lucro Bruto 15. 462,1 (+13,8%)
Margem Bruta 66,7% (160 bps)
EBTIDA 10.557,7 (+15,2%)
Margem EBTIDA 45,5% (170 bps)
Lucro Líquido 5.986,1 (+16,9%)

Fonte: Valor Economico, 4 de março de 2010, pagina A25.

Um comentário:

José Raimundo Padilha disse...

Henrique e pessoal da ACervA Mineira, parabéns pela riqueza de informações dessa matéria que vocês dividiram com a gente. Cerveja também é business!

 
.